Enquete

Qual sua avaliação sobre a Copa em Cuiabá?

Ótima

Boa

Regular

Ruim

Péssima

  • parcial
  • votar

Publicidade

Publicidade

/ VACINAÇÃO
Tamanho do texto A- A+

Campanha de Atualização do Cartão de Vacina da Criança ocorre dia 18 de agosto

Nesta Campanha Nacional de Vacinação a meta de cada município é a comprovação de que 99% das crianças menores de 05 anos de idade tenham o cartão de vacinação em dia

SECOM/MT

Seguindo o calendário vacinal do Ministério da Saúde (MS), a Secretaria de Estado de Saúde (SES/MT) dá início no dia 18 de agosto à Campanha de Atualização do Cartão de Vacina, que tem por objetivo avaliar criteriosamente as cadernetas de saúde da criança, atualizando o esquema vacinal de acordo com o calendário básico de vacinação. A Campanha segue ate o dia 24 de agosto.

Segundo a gerente de Imunização da SES/MT, Marize Almeida, o Ministério da Saúde definiu esta campanha como “atualização do cartão de vacina” onde os pais deverão levar seus filhos aos postos de vacinação acompanhados da caderneta de vacinação e verificar se está em dia. As crianças que estiverem com o cartão de vacinação em dia não receberão qualquer vacina, contudo, é necessário que essa verificação seja feita nos postos de vacinação por um profissional capacitado.

Nesta Campanha Nacional de Vacinação a meta de cada município é a comprovação de que 99% das crianças menores de 05 anos de idade tenham o cartão de vacinação em dia.

De acordo com a gerente, este trabalho é muito importante, uma vez que algumas mães iniciam o esquema vacinal e não concluem achando que seu filho já está protegido, entretanto, algumas vacinas só conseguem garantir a proteção contra a doença que foram produzidas depois de três doses e um reforço. Portanto é muito importante que os pais observem no cartão da criança as datas de agendamento para a próxima vacina e compareçam na unidade de saúde, garantindo assim proteção para o seu filho.

A vacina Pentavalente irá substituir a Tetravalente e, em uma só vacina as crianças estarão sendo protegidas contra a difteria, coqueluche, tétano, meningites causada pelo Haemóphilus Influenzae, e a hepatite B. Assim sendo, a criança que anteriormente recebia a vacina contra a hepatite B em separado agora irá receber uma dose vacina contra hepatite B ao nascer e as demais junto com a Pentavalente.

Já no caso da VIP (Vacina Injetável contra a Poliomielite) a criança que começar a vacinação de rotina em agosto (ou seja, aos dois meses de idade), iniciará o esquema vacinal com a VIP. Aos quatro meses, quando for receber a segunda dose da Pólio também receberá uma dose da VIP. Aos seis meses e o reforço aos 15 meses serão com a gotinha (VOP). Esta fase de mudança da VOP para a VIP foi definida em reunião internacional da Opas (Organização Panamericana de Saúde) onde o Brasil firmou um acordo de introduzir a vacina VIP este ano pois a mesma já é utilizada nos países desenvolvidos e representa um avanço em termos de maior eficiência no processo de imunização da criança e redução dos possíveis efeitos adversos pós vacinais.

As vacinas disponibilizadas são: Hepatite B, Rotavírus, Pentavalente, Pólio Inativa (VIP ou Salk), Febre Amarela, Tríplice Viral, Pneumo 10 valente, Meningo C, Tríplice Bacteriana (DPT) e Pólio Oral (VOP).






0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Digite o código:
(Somente números)
CAPTCHA ImageRecarregar imagem
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Leia mais notícias sobre :

Publicidade

Publicidade

Publicidade

1999-2014 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados