Enquete

Você está satisfeito com as obras da Copa?

Sim

Não

Mais ou menos

  • parcial
  • votar

Publicidade

Publicidade

/ NORTÃO
Tamanho do texto A- A+

Polícia civil prende suspeito de chefiar bando de roubo de picapes

No momento da prisão, ele confessou que dirigia um carro roubado

Reprodução

Clique para ampliar

Policiais civis investigaram o crime

DA REDAÇÃO

Apontado como um dos principais líderes de quadrilhas de roubo de caminhonetes do Estado, o vendedor A.F.P., de 35 anos, foi preso na tarde de ontem (10), por policiais civis, no município de Barra do Bugres (a 170 quilômetros de Cuiabá).

Ele dirigia uma L-200 Triton branca roubada na última quarta-feira (9), em Nova Brasilândia, onde fez o dono refém. A.F. estava com a prisão preventiva expedida pela Comarca de Tangará da Serra, também por roubo de picapes.

O suspeito foi preso após investigações do roubo sequencial de três caminhonetes na região.

No assalto em Nova Brasilândia, a vítima contou que foi amarrada e jogada no banco de trás da caminhonete por dois dos assaltantes, que conduziram o veículo por um caminho guiado pelo terceiro integrante do grupo.

O fazendeiro foi abandonado pelos criminosos em um canavial, próximo à cidade de Denise. Em seguida, os ladrões seguiram em direção às cidades de Nova Olímpia e Barra do Bugres.

Horas depois, a quadrilha roubou uma S-10 branca na localidade do Areão, entre o município de Lambari D’Oeste e o Distrito de Nova Fernandópolis. A Polícia Militar, com apoio de policiais civis, localizou os bandidos que abandoram as picapes e se esconderam numa densa mata.

Arenápolis

O suspeito foi reconhecido como um dos participantes dos assaltos ocorridos em Arenápolis no dia 24 dezembro, onde foram roubadas uma Hilux e uma Saveiro.

As investigações assinalam que o suspeito chefiava uma quadrilha de roubo de picapes – desde Fiat Strada, passando por Hilux e S 10 – no Nortão do Estado. O bando se locomovia com veículos roubados em Cuiabá e Várzea Grande. Armados com revólveres, roubavam as picapes.

O delegado de Barra do Bugres, Ramonilson Bezerra, informou que o preso foi reconhecido pelas vítimas de roubos ocorridos na região e em Cuiabá e Várzea Grande.






0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Digite o código:
(Somente números)
CAPTCHA ImageRecarregar imagem
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Leia mais notícias sobre :

Publicidade

Publicidade

Publicidade

1999-2014 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados