ENQUETES

Na sua opinião, qual o principal problema de Mato Grosso?

PUBLICIDADE

/ EM MATO GROSSO
Tamanho do texto A- A+

Delegados e oficiais da PM têm o melhor salário do país

Dados se referem aos profissionais da classe especial prestes a se aposentar

PMMT

Clique para ampliar

Coronéis da PM têm um dos melhores salários; e soldados, os menores

DÉBORA SIQUEIRA
DA REDAÇÃO
Os salários dos delegados da Polícia Civil de Mato Grosso são os mais altos do país, conforme os dados do 7º Anuário Brasileiro de Segurança Pública.

As informações foram alimentadas pelos próprios estados, nos anos de 2011 e 2012 por meio do Sistema Nacional de Estatísticas em Segurança Pública e Justiça Criminal (Sinespc), ligado ao Ministério da Justiça.

Com R$ 18.837,00, a remuneração dos delegados de Mato Grosso é considerada a mais alta do país. O valor do salário inicial já está acrescido de adicionais, gratificações ou demais vantagens pecuniárias e corresponde a 31 de dezembro de 2012.

Por outro lado, a publicação aponta que os delegados do Estado de São Paulo ganham, no início de carreira, R$ 6.709,32.

No Espírito Santo, Paraíba, Santa Catarina, Amazonas e Rio Grande do Sul, a remuneração dos delegados não atingem R$ 8 mil brutos, mesmo com acréscimo das vantagens.

O Rio de Janeiro tem a segunda melhor remuneração do país aos delegados da Polícia Civil, com R$ 15.473,91 no vencimento.

Contudo, se comparado à tabela salarial atualizada pela Secretaria de Estado de Administração (SAD), o valor de R$ 18 mil corresponde aos delegados da classe especial. O salário inicial é de R$ 13.732,27.

Conforme a assessoria de imprensa da Polícia Judiciária Civil, a maioria dos delegados em Mato Grosso é de outros estados.

E não é somente o salário o principal atrativo, mas as condições de trabalho. Ser policial em Mato Grosso seria mais tranquilo do que no estado do Rio de Janeiro, por exemplo, segundo a assessoria.

Os escrivães e investigadores da Polícia Civil de Mato Grosso, conforme o anuário, tem o segundo melhor salário do Brasil.

O 7º Anuário Brasileiro de Segurança Pública aponta remuneração de R$ 6.854. O maior salário é pago pelo Distrito Federal R$ 7.514,33.

Contudo, a tabela salarial atualizada mostra uma realidade diferente. O salário inicial é de R$ 2.981,97 e o vencimento para quem se aposenta na classe D e nível 12 é de R$ 7.552,46.

Polícia Militar


Conforme o mesmo anuário, um coronel da Polícia Militar em Mato Grosso tem a segunda melhor remuneração do país - R$ 17.596,91. Perde apenas para o estado do Paraná, que paga aos detentores da maior patente da corporação o valor de R$ 21.531,36.

Um capitão da Polícia Militar de Mato Grosso ganha R$ 9.858,19, salário maior do que coronel do Pará, que tem a remuneração de R$ 8.800,39. Os valores estão acrescidos de todas as vantagens e benefícios.

Se por um lado os coronéis ganham bem, os soldados da PMMT têm um dos menores soldos do Brasil, com R$ 2151,62, só à frente dos estados do Amazonas, Paraíba, Piauí e Rio Grande do Sul. Este oferece o pior salário do país - R$ 1.375,71.

Os valores ainda são mais discrepantes se comparar o que um aluno soldado em formação ganha quando passou no concurso público e está na academia.

Há estados como Maranhão, que pagaram R$ 457,49, menor do que salário mínimo da época. A Paraíba remunerou em R$ 622.

Em contrapartida, o Distrito Federal e Goiás ofereceram a melhor remuneração aos alunos soldados - R$ 3.149,20 e R$ 2.971,95, respectivamente.

Outro lado

O comandante-geral da PMMT, coronel Nerci Denardi, estava em reunião e não pôde comentar o assunto.

A reportagem do MidiaNews também procurou o secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, mas a assessoria de comunicação não respondeu à demanda.



Clique aqui e faça seu comentário

19 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Digite o código:
(Somente números)
CAPTCHA ImageRecarregar imagem
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Moisés Medeiros  13.11.13 08h30
A escravidão continua, quem será que ira liberta os praças dessa escravidão branca? mais esperar o que estamos a praticamente 12 anos que o mesmo grupo esta no poder e pessoas que eram capitão rapidamente chegou a coronel e esta aonde? ao lado do ex governador e atual senador. E os Soldados que ingressaram na PM MT depois de 2005 não tem direito a nenhuma progressão de carreira pois nem promoção juruna tem mais.
15
2
Everaldo Rodrigues de Alcântara  13.11.13 08h19
E a isonomia salarial prevista na CF/88 como e que fica? São funções iguais portanto teriam que ter salarios iguais, por que dessa discrepância? O País e o Brasil, a moeda e a mesma e tem valor nacional, o pagador e o mesmo o contribuinte
14
1
Marcelo  12.11.13 22h58
Gente, sou Delegado, e quando fiz meu concurso aqui, vim de longe atraído pelo salário. Constavam todos os benefícios salariais no edital, publico e a disposição de todos. A quem passou parabens. Já aos que nao conseguiram ou nao fizeram, estudem e passem. Senão daqui a pouco vamos querer os salarios dos promotores e juízes. Abs a todos
14
15
Luiz  12.11.13 22h57
Os praças são os que mais trabalham e tem o pior salário, vai estar motivado como para o trabalho? Sou pmmt e estou totalmente desmotivado para com o serviço.
25
7
joao paulo  12.11.13 22h24
Mato Grosso uma terra de contrastes... Alguns ganhando o melhor salário do Brasil e outros as minguas... Vou comentar só a POLITEC, ÚNICO... EU DISSE ÚNICO ORGÃO DA SEG. PÚBLICA IGNORADA NO AUMENTO PARCELADO ATÉ 2014. Não vou esquecer disso nas eleições!
16
1

Leia mais notícias sobre :

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2014 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados