Enquete

Na sua opinião, o TSE deve aprovar a candidatura de Riva ao Governo?

Não

Sim

Tanto faz

  • parcial
  • votar

Publicidade

Publicidade

/ SÓ NO LANCE
Tamanho do texto A- A+

Leilão da Sefaz começa nesta sexta-feira

Todo o procedimento para aquisição do produto é on-line

Divulgação/Sefaz

Clique para ampliar

Secretaria de Estado de Fazenda realiza leilão a cada três meses

DA REDAÇÃO

A Secretaria de Fazenda de Mato Grosso (Sefaz) inicia nesta sexta-feira (22.11), a partir das 14h, o quarto Leilão On-Line 2013. São 181 lotes formados por eletrônicos, calçados, acessórios, confecções, cosméticos, CD’s e DVD’s, bijuterias, peças automotivas, entre outros produtos.

Os lances devem ser ofertados até às 14h do dia 09 de dezembro pelo Portal Superbid (www.superbid.net), onde todos os lotes são apresentados com descrição detalhada e fotografias atuais. As informações também estarão disponíveis no portal da Sefaz: www.sefaz.mt.gov.br, menu lateral Informações, link Leilão.

O menor lance é de R$ 105,00, uma lavadora de alta pressão, e maior é de R$ 39.706,00, e contempla 30 placas. A visitação dos produtos poderá ser feita de segunda a sexta-feira, das 14h às 17h, no Depósito Central da Sefaz, localizado no Distrito Industrial de Cuiabá, na Rua Pedro Paulo de Faria Júnior, paralela à BR 364, esquina com a Rua X.

Os leilões da Sefaz são organizados a cada três meses. Segundo o superintendente de Controle e Fiscalização de Trânsito da Sefaz, Jefferson Delgado, os produtos leiloados são de qualidade, fabricados no Brasil, e em muitos casos de marcas consolidadas no mercado.

“Mesmo sendo somente de forma on-line, os interessados podem ir até o depósito para conhecer a mercadoria. Qualquer pessoa (maior de 18 anos) pode participar dos leilões, tanto física como jurídica", lembrou o superintendente, ao explicar que a arrecadação com o leilão será utilizada para o abatimento dos débitos do contribuinte junto ao Fisco.

Os lotes são montados a partir dos Termos de Apreensão e Depósito (TADs) e cada lote representa um TAD. Os valores foram determinados pela Sefaz, com base no mercado atacadista, com uma depreciação de aproximadamente 30%, e nos poucos casos onde havia documentação dos produtos, na nota fiscal.






0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Digite o código:
(Somente números)
CAPTCHA ImageRecarregar imagem
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Leia mais notícias sobre :

Publicidade

Publicidade

Publicidade

1999-2014 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados