Enquete

Na sua opinião, o TSE deve aprovar a candidatura de Riva ao Governo?

Não

Sim

Tanto faz

  • parcial
  • votar

Publicidade

Publicidade

/ VIOLÊNCIA SEM FIM
Tamanho do texto A- A+

Major da PM é executado com cinco tiros em Várzea Grande

Claudemir Gasparetto atuou na segurança de Maggi e foi morto quando chegava em casa

Reprodução Internet

Clique para ampliar

No detalhe, veículo do major executado por bandidos

CARLOS DORILEO
DO FOLHAMAX

O major aposentado da Polícia Militar de Mato Grosso, Claudemir Gasparetto, foi brutalmente executado com cinco tiros na noite desta terça-feira (18), no bairro Planalto Ipiranga, em Várzea Grande.

Ele foi alvejado por tiros de pistolas ponto 40 e 9 milímetros, quando chegava em sua residência.

De acordo com informações da PM, dois homens num veículo Ford/Ecosport bateram atrás do carro do major, no momento em que ele chegava na casa.

Em seguida, os assassinos desceram do carro e atiraram contra o carro do militar, que chegou a ser encaminhado ao Pronto-Socorro municipal, mas não resistiu aos ferimentos.

Gasparetto havia se aposentado da corporação no ano passado, após atuar na segurança do ex-governador e atual senador Blairo Maggi (PR). A polícia está mobilizada a caça dos bandidos.

O major sofreu, em fevereiro de 2011, uma tentativa de assalto em sua residência, no bairro Cohab Alberto Canellas.

Na ocasião, dois bandidos abordaram a filha do major quando ela chegava em casa. Ele saiu da residência e se envolveu numa luta corporal, com troca de tiros, que terminou com a morte de um assaltante.

Esta a principal linha de investigação para buscar os assassinos. Gasparetto ingressou na PM em 1982, e trabalhou por 28 anos na corporação.






12 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Digite o código:
(Somente números)
CAPTCHA ImageRecarregar imagem
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

alzite  19.02.14 15h12
Bruno, faço das suas, as minhas palavras
10
1
bruno  19.02.14 13h19
Pois é, nessas horas não aparece ninguém dos direitos humanos para amparar a família do cidadão de bem.
39
2
DR LEITE  19.02.14 12h42
o Sr Luis leia antes de afirmar algo...por favor.. artigo 144º da Constituição Federal: “A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos...” (Constituição da República federativa do Brasil, Título V – Da Defesa do Estado e das Instituições Democráticas). outra coisa a segurança pública é dever de todos. Sendo o policial militar o representante do Estado, seu agente responsável pelo cumprimento da lei, é evidente a conclusão de que cabe a este então o dever legal-profissional de zelar pela manutenção dos pilares democráticos fazendo cumprir os preceitos constitucionais.
15
4
Elber  19.02.14 10h44
Que Deus conforte a sua familia.
31
0
Luana  19.02.14 10h22
Quem deve se embasar melhor é o sr. Luis, o policial faz seu trabalho mas a lei é falha, e isso quem tem que mudar é o estado mesmo... Infelizmente foi mais um policial até quando??? Só Deus para proteger...
44
1

Leia mais notícias sobre :

Publicidade

Publicidade

Publicidade

1999-2014 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados