ENQUETES

Qual sua expectativa em relação ao Governo Pedro Taques?

PUBLICIDADE

/ EM REDE SOCIAL
Tamanho do texto A- A+

Garoto de 11 anos com câncer anuncia que vai parar tratamento

Puddington foi diagnosticado, em 2008, com neuroblastoma - um tumor raro

DO G1
Um estudante inglês, de 11 anos, que enfrenta uma batalha contra o câncer há seis, usou o seu perfil no Facebook, nesta semana, para anunciar que vai interromper o tratamento. Agora, Reece Puddington contará com ajuda da mãe, Kay, de 40, sua cuidadora em tempo integral, e do pai, Paul, de 48, um assistente de vendas, para viver os últimos momentos de sua vida. A decisão do menino emocionou internautas. As informações são do jornal The Mirror.

Puddington foi diagnosticado, em 2008, com neuroblastoma - um tumor raro, que se origina nos tecidos da glândula suprarrenal e pode se desenvolver no tecido nervoso do pescoço, tórax, abdômen ou pélvis.

Para dividir suas angústias pessoais, com ajuda da mãe, ele criou uma página no Facebook e um blog para narrar sua luta contra a doença. Com pouco tempo de vida, ele criou uma lista de desejos que gostaria de realizar, como como conhecer o ator Johnny Depp e ver a mãe aprender a dirigir.

Seus desejos desencadearam um esforço mundial de pessoas que queriam ajudá-lo a realizar os sonhos, fazendo doações. No entanto, ele decidiu abrir mão de tudo e apenas interromper o tratamento.

“O COMEÇO DO FIM... Como vocês sabem, após receber os últimos resultados de meus exames, eu fui enviado para casa para descansar e pensar sobre as duas opções possíveis... Eu poderia optar por outra avaliação médica, mas isso significaria viajar para o hospital e lidar com os efeitos colaterais das medicações e também poderíamos esperar estender a minha vida, ou... Eu poderia simplesmente não fazer nada, ficar em casa e deixar a natureza seguir seu curso, o que me levaria a perder a vida um pouco mais cedo do que se eu tivesse em tratamento”, escreveu o menino na rede social. “Minha mãe sempre pensou, nos últimos 5-6 anos, quando ela deveria ter a coragem de saber quando ‘basta’ fosse ‘basta’. Após cuidadosa consideração, minha mãe percebeu que se fosse por ela, ela continuaria a me levar para o tratamento e não me perderia... mas se fosse por mim, ela me deixaria partir. Bem, ela está me deixando partir”.

A decisão de Puddington provocou uma onda de tristeza nos internautas que acompanham a história. A publicação já teve mais de 300 comentário e foi compartilhada quase 200 vezes.

“Sua história toca o meu coração e meus olhos estão cheios de lágrimas. Você é um menino. Como mãe, nem consigo imaginar o que a sua está passando. Você é muito especial e inspirador, menino”, comentou uma internauta. Já outro acrescentou: “Você é um jovem inspirador e sua mãe é muito corajosa. Ela deve te amar muito. Eu ainda vou rezar por um milagre para você”.

Reece passou por tratamento de quimioterapia no The Royal Marsden, em Surrey, na Inglaterra. Surpreendentemente, no início de 2010, seu câncer havia desaparecido, o que significa que ele foi capaz de aproveitar a vida como um menino saudável por alguns meses. No entanto, em 2012, ele e sua família receberam a notícia de que um câncer havia aparecido em seu fígado. Apesar do tratamento com drogas recém-lançadas, meses depois ele descobriu que a doença havia se espalhado em seu organismo e que seu caso era terminal.





Clique aqui e faça seu comentário

0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Digite o código:
(Somente números)
CAPTCHA ImageRecarregar imagem
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Leia mais notícias sobre :

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2014 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados