Enquete

Qual sua avaliação sobre a Copa em Cuiabá?

Ótima

Boa

Regular

Ruim

Péssima

  • parcial
  • votar

Publicidade

Publicidade

/ COMBATE ÀS QUEIMADAS
Tamanho do texto A- A+

Operação Mato Grosso Verde 2010 com ações integradas é lançada no Estado

Operação traz uma nova metodologia de monitoramento dos focos

DA REDAÇÃO

As ações de combate às queimadas ilegais em áreas agrícolas e florestais de Mato Grosso serão planejadas de forma articulada no Estado a partir da Operação Mato Grosso Verde 2010, lançada no fim desta manhã de sexta-feira (22.07) no Palácio Paiaguás, sede do Executivo estadual, pela ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, e parceiros do projeto que também será estendido aos Estados do Pará e Tocantins.

A Operação Mato Grosso Verde traz uma nova metodologia de monitoramento dos focos, para a redução das queimadas ilegais, combate aos focos de incêndios em todos os biomas do Estado e diminuição do desmatamento na Amazônia. Conforme a ministra, além de treinamento dos profissionais que atuarão nas áreas de queimadas, há o compartilhamos das tecnologias de monitoramento para o acompanhamento e assessoramento on-line das queimadas via Brasília.

As informações monitoradas serão compartilhadas com Mato Grosso e demais Estados de forma que "se detectarmos uma linha de fogo mais grave dentro de um código florestal deslocamos uma equipe, para que não haja grandes proporções, e damos condições de capacidade de resposta muito mais rápida e efetiva aos estados", explicou Izabella Teixeira que lançou ainda o Centro Integrado Multiagências de Coordenação Operacional - Ciman (Sala de Situação) que funcionará anexo a Defesa Civil de Mato Grosso.

O secretário de Estado de Meio Ambiente, Alexander Maia, assinalou o envolvimento e determinação do Governo em das continuidades às políticas ambientais desenvolvidas até agora. "O Estado de Mato Grosso tem políticas ambientais, para combater as queimadas em nosso Estado, a exemplo do que acontece aqui hoje, da ativação deste Centro Integrado de Monitoramento de Controle vem ao encontro dessas necessidades para que possamos juntar nossos esforços para que os resultados sejam ainda melhores", disse.

O trabalho de combate que começa a partir desta sexta-feira incluem ações integradas de vários órgãos, desde os Corpos de Bombeiros do Mato Grosso e do Distrito Federal, a Defesa Civil, além da vigilância aérea e por satélite, a serem comandadas pelo Ciman. Em Mato Grosso, estão envolvidos ainda a Secretaria de Meio Ambiente, Casa Militar, e o Instituto Chico Mendes de Biodiversidade.

"O governo federal e o estadual não estão competindo, mas trabalhando juntos para procurar soluções e termos bons resultados de proteção ambiental e proteção das propriedades rurais. Porque também estamos protegendo o produtor rural, o que é plantado neste Estado, porque quando você tem incêndios de grandes proporções não tem como segurar", argumentou a ministra de Meio Ambiente.

Participaram ainda da solenidade, o ministro-chefe da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Eloi Ferreira de Araújo, que também cumpre agenda oficial no Estado, secretário-chefe da Casa Militar, Antonio Moraes, superintendente da Defesa Civil, Agnaldo Pereira de Souza, secretário-extraordinário de Políticas Ambientais e Fundiárias de Mato Grosso (MT Legal), Vicente Falcão, entre outros secretários e dirigentes de órgãos estaduais, chefe de Divisão de Prevenção e Combate a Incêndios do Prevfogo/Brasília, José Carlos Moraes, superintendente regional do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Ramiro Costa, diretor de Proteção Ambiental do Ibama, Luciano Evaristo, diretor do Gaeco, procurador Paulo Prado, vice-presidente da Fiemt, Edgar Borges, entre outras autoridades ligadas ao setor.

Com informações da assessoria de imprensa.







0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Digite o código:
(Somente números)
CAPTCHA ImageRecarregar imagem
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Leia mais notícias sobre :

Publicidade

Publicidade

Publicidade

1999-2014 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados