Enquete

Qual sua avaliação sobre a Copa em Cuiabá?

Ótima

Boa

Regular

Ruim

Péssima

  • parcial
  • votar

Publicidade

Publicidade

/ FARDA SUJA
Tamanho do texto A- A+

PM expulsa sargento que pediu R$ 30 de propina

Policial militar deixou de multar motorista em troca de uma "gorjeta" e foi punido

Secom-MT

Clique para ampliar

Nos três primeiros meses de 2011, 32 agentes foram expulsos da Polícia Militar de MT

BRUNO GARCIA
DA REDAÇÃO

O sargento Edmilson Ezequiel da Silva foi expulso da Polícia Militar por ter exigido R$ 30 a título de propina. O militar foi autuado em flagrante delito pelo crime militar de concussão, ao deixar de multar um condutor de veículo, exigindo dinheiro para isso.

De acordo com inquérito aberto pela Secretaria de Segurança Pública, o fato ocorreu em 24 de outubro de 2006. O sargento, quando estava em serviço, deixou de autuar Júlicio Joaquim Loureiro, conforme a legislação de trânsito, pois a documentação do veículo estava irregular. Para evitar a multa, o militar pediu a quantia de R$ 30.

Edmilson Ezequiel da Silva, conforme portaria da Polícia Militar, inclusive, foi condenado na esfera criminal, por corrupção passiva, sendo condenado a três anos e seis meses de reclusão, no regime inicial aberto, onde ele deveria se recolher à Unidade que estava lotado, durante o tempo da pena.

"Os membros do Conselho de Disciplina entenderam que o 3º Sgt PM Edmilson Ezequiel Da Silva é culpado das acusações, em conseqüência, dessa conclusão, a qual afere a tal militar falta de condições para permanecer nas fileiras da Policia Militar", diz parte da portaria.

Nos três primeiros meses de 2011, foram expulsos da PM mais de 30 militares. O número é o dobro do total de militares expulsos durante todo ano de 2010, que somou 16 casos.

A corporação, atualmente, é comanda pelo coronel Osmar Lima Farias.







14 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Digite o código:
(Somente números)
CAPTCHA ImageRecarregar imagem
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

EDMILSON EZEQUIEL DA SILVA  25.12.11 11h25
EDMILSON EZEQUIEL DA SILVA disse... FALAR É FÁCIL, SÓ EU SEI COMO REALMENTE ACONTECEU, TENHO MINHA PARCELA DE CULPA, PORÉM ME FIZERAM UMA ARMADILHA E EU CAI, HOJE ESTOU TRABALHANDO DE CARTEIRA ASSINADA,SOU CASADO À 16 ANOS,TENHO UM TESOURO ( FILHO ) DE 7 ANOS, SE REALMENTE EU FOSSE UMA PESSOA MAL INTENCIONADA JÁ SERIA UM BANDIDO, MAS QUE BOM QUE A POLICIA AGORA ESTÁ LIVRE DE UM CARA PERIGOSO, MAIS QUE A GALERA DA MÁFIA DO COMBUSTÍVEL, OS QUE FAZEM "SAIDINHAS" DE BANCOS,OS MATADORES DE ALUGUEL, OS QUE USAM OU VENDEM DROGAS, OS PEDÓFILOS, OS ESTRELAS QUE GRILAM TERRAS... E POR AI VAI, CARAMBA EU SOU MAU MESMO HEIN, PARA TENTAR ME REDIMIR UM POUCO, MINHA IDÉIA É DOAR 30 REAIS TODO MÊS PARA AACC, ALIÁS, MESMO ANTES DESSE EPISÓDIO EU JÁ ERA UM VOLUNTÁRIO!!! EDMILSON EZEQUIEL DA SILVA.
0
0
Antonio Souza  13.04.11 10h08
Ainda peixes pequenos são os que param na malha. Mas e o que dizer dos procedimentos que não são instaurados, e dos que desaparecem da Comissão? Uma hora alguém vai ter coragem de denunciar ao MPU o desaparecimento misterioso de procedimentos.
0
0
João Victor  13.04.11 10h03
Caro Paulo Cezar, O princípio da insignificância ou do bagatela não se aplica na esfera militar. Se o policial solicitou ou recebeu propina de R$10,00 ou de R$1.000.000,00 é a mesma coisa. A diferença é a indignação e o clamor social!!!
0
0
Paulo Cezar  13.04.11 07h08
Será que esse Crime não é de pouca bagatela, e merecia correição. E os outros crimes cujo valores são astronomicos, e mesmo assim o Militar seguiu sua carreira normalmente, inclusive com promoções por Merecimento, mesmo respondendo a Processo de natureza gravíssimo, dando mal exemplo a seus pares e subordinados, contrariando totalmente o enunciado da lei de Promoção. Isso sim precisa ser revisto e urgentemente.
0
0
Orlando Osmar Vilela Neto  13.04.11 02h08
Lamentavelmente, ainda existe pessoas que por uma "NINHARIA" trocam uma vida segura num cargo público por mereca;independente do valor R$ 1,00 ou 1 milhão é do mesmo jeito, como disse um sabio grego "o dinheiro não corrompe ninguem, apenas desmacara o carater da pessoa"
0
0

Leia mais notícias sobre :

Publicidade

Publicidade

Publicidade

1999-2014 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados