ENQUETES

Qual sua expectativa sobre a seleção brasileira nesta Copa?

PUBLICIDADE

Cotidiano / PREVENÇÃO DO SUICÍDIO
13.03.2018 | 14h35
Tamanho do texto A- A+

Oportuniade: CVV realiza curso para novos voluntários em Cuiabá

Lembrando que em Mato Grosso, o telefone que está em funcionamento é apenas o 188

Alair Ribeiro/MidiaNews

Clique para ampliar

CVV: em 2017 foram cerca de 2 milhões de atendimento

DA ASSESSORIA

19 de fevereiro de 2018 - No primeiro dia de março de 1962 acontecia o primeiro plantão daquele que seria o maior serviço gratuito de apoio emocional e prevenção do suicídio do Brasil, o CVV. Criado na capital paulista por um pequeno grupo de pessoas preocupadas com o aumento dos casos de suicídio, hoje a entidade é formada por 2.400 voluntários que atuam principalmente nos 85 postos de atendimento em todas as regiões do país.

 

Em 2017 foram cerca de 2 milhões de atendimento, dobrando a marca que vinha se mantendo estável nos anos anteriores.

 

“Somos procurados por pessoas em diversos momentos da vida, mas que trazem algumas características em comum, como a sensação de solidão, não pertencimento e dificuldade de desabafar”, explica Carlos Correia, voluntário do CVV.

 

Carlos comenta que os voluntários são pessoas sem uma formação acadêmica específica que passam por um processo de seleção e treinamento com aperfeiçoamentos constantes. “Não substituímos os serviços médicos e psicológicos, mas somos, muitas vezes, um apoio a esses serviços, pois podemos ser acessados 24 horas por dia”, complementa.

omos procurados por pessoas em diversos momentos da vida, mas que trazem algumas características em comum, como a sensação de solidão, não pertencimento e dificuldade de desabafar

 

No mesmo mês em que completa 56 anos de atuação ininterrupta, o CVV implementa a terceira fase de expansão do 188, primeiro telefone sem custo de ligação para prevenção do suicídio, fruto de um convênio com o Ministério da Saúde. A partir de 30 de março passarão a integrar a rede 188 os estados de Alagoas, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe. No total, serão 22 estados mais o Distrito Federal com acesso 188 sem restrição de dia e hora, inclusive nos feriados.

 

“O 188 estará acessível para 8 de cada 10 brasileiros e, em algumas regiões ainda não atendidas por esse número, o CVV já opera há anos o 141, que oferece o mesmo serviço, porém quem nos procura paga o custo de ligação local,” comenta Robert Gellert Paris Junior, voluntário do CVV.

 

Robert ressalta ainda que o prazo inicialmente previsto para levar o 188 a todo o território nacional era março de 2020 e, no momento, espera-se adiantar esse prazo em quase dois anos. O voluntário comenta ainda que “deve-se esse avanço no cronograma ao empenho dos voluntários do CVV que anonimamente fazem um trabalho publicamente reconhecido, mas também ao Ministério da Saúde e à Anatel, agência que regula a telefonia no Brasil, que contribuíram para implantar e acelerar o processo”.

 

A partir de 30 de março, somente Bahia, Maranhão, Pará e Paraná não terão acesso ao 188, com provável implantação nesses estados em junho deste ano.

 

Para viabilizar o atendimento em todo o território nacional, o CVV implantou um sistema online chamado PABX Virtual que otimizou o tempo disponível dos voluntários. “Esse sistema foi ótimo para nós, tanto que, com um aumento de 20% no quadro de voluntários conseguimos dobrar o número de atendimentos e ainda podemos absorver o provável aumento de demanda dos estados que estão por vir,” explica Carlos.

 

“Porém, sempre precisamos de novos candidatos, que podem se inscrever nos cursos de seleção de voluntários pelo site do CVV,” complementa Carlos. “É uma experiência muito interessante. Participar do curso para novos voluntários do CVV nos permite compreender os benefícios que os atendimentos podem nos oferecer.”

 

Acompanhando os avanços tecnológicos e as possibilidades que o PABX Virtual oferece, há alguns meses o CVV passou a realizar o curso de seleção de voluntários para atendimento telefônico de forma remota, totalmente pela internet. Essa modalidade de curso opera atualmente com capacidade reduzida pois está em fase de desenvolvimento e prepara voluntários que podem atuar de cidades que não possuem um posto de atendimento do CVV, ou mesmo que residam fora do Brasil.

 

Em Cuiabá: O curso terá início no dia 25 de março, das 8h às 12h  na Rua Comandante Costa, 296, Centro . Mais informações: cuiaba@cvv.org.br

 

Além do telefone 188 (ou 141 em algumas regiões), o CVV oferece atendimento pessoalmente nos 85 postos de atendimento, pelo chat, e-mail e Skype (esses três últimos diretamente pelo site www.cvv.org.br).

 

Sobre o CVV

 

O CVV presta serviço voluntário e gratuito de apoio emocional para todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo. Os dois milhões de atendimentos anuais são realizados por 2.400 voluntários pelos telefones 188 ou 141 (de acordo com a região), pessoalmente (nos 85 postos de atendimento) ou pelo www.cvv.org.br via chat, Skype, e-mail ou carta.

 

Sobre o suicídio

 

O suicídio é um problema de saúde pública que mata pelo menos um brasileiro a cada 45 minutos, mais do que a Aids e muitos tipos de câncer, porém pode ser prevenido em 9 de cada 10 casos. O movimento Setembro Amarelo, mês mundial de prevenção do suicídio, iniciado em 2015, visa sensibilizar e conscientizar a população sobre a questão – www.setembroamarelo.org.br


Dados do Ministério da Saúde




Clique aqui e faça seu comentário


0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia
1999-2018 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados