Cuiabá, Quinta-Feira, 13 de Dezembro de 2018
58% DOS VOTOS
07.10.2018 | 19h06 Tamanho do texto A- A+

Mendes confirma o favoritismo e se elege com folga ao Governo

Ex-prefeito de Cuiabá assume o Paiaguás em janeiro; é a primeira vez que um governador não se reelege

Divulgação

O ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes, que venceu a eleição ao Governo

DOUGLAS TRIELLI E CAMILA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

O ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (DEM) é o novo governador de Mato Grosso. Com 92,42% dos votos apurados, ele tem 58,81% dos votos válidos.

  

Em segundo lugar aparece o senador Wellington Fagundes (PR) com 19,58%, seguido do governador Pedro Taques (PSDB), com 18,89%. Os candidatos Arthur Nogueira (Rede) e Moisés Franz (Psol) têm 1,71% e 1,01%, respectivamente.

  

A vitória de Mendes é uma das mais expressivas em Mato Grosso nos últimos anos. Sua votação é a maior desde 2002, quando Blairo Maggi venceu com 65,39%. 

  

Esta é a primeira vez na história que um governador no exercício do mandato não consegue se reeleger. 

  

Mauro Mendes Ferreira é goiano de Anápolis. Filho de trabalhadores rurais, ele nasceu no dia 12 de abril de 1964.

  

Mudou-se para Cuiabá aos 16 anos para cursar Engenharia Elétrica na Universidade Federal de Mato Grosso.

  

Durante o período na UFMT, militou no movimento estudantil, sendo presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE) de 1984 a 1985.

  

Entrou formalmente na política em 2008, quando, com o apoio do então governador Blairo Maggi, tentou se eleger prefeito de Cuiabá, sendo derrotado por Wilson Santos, que conseguiu a reeleição.

  

Mendes voltaria a se candidatar – e a perder - em 2010, quando disputou o Executivo estadual contra o governador na época Silval Barbosa.

  

Mendes seria enfim eleito prefeito de Cuiabá em 2012. Cumpriu os 4 anos de gestão e deixou a Prefeitura com a aprovação de 81% da população. Em 2016, causou grande surpresa ao desistir de uma reeleição quase certa, o permitiu especulações de que iria se candidatar ao Governo em 2018.

  

Além de atuar na política partidária, foi presidente da Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Fiemt), do Sesi e Senai no período de 2007 a 2010, chegando a ser vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

  

Empresário, fundou a empresa Bimetal Indústria Metalúrgica Ltda. em 1989, que se transformou no Grupo Bipar, composto por outras empresas.

  

Ele é pai de três filhos (Ana Carolinne, Luis Antônio e Maria Luíza) e esposo da economista e empresária Virgínia Mendes.

 




Clique aqui e faça seu comentário


COMENTÁRIOS
1 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Junior  08.10.18 08h01
Parabéns Mauro e Parabéns Mato Grosso!!Que Deus abençoe que faça uma excelente gestão para crescimento de MT.
6
2