Cuiabá, Terça-Feira, 26 de Março de 2019
DESVIO DE CONDUTA
07.03.2019 | 20h00 Tamanho do texto A- A+

Neymar tentou invadir vestiário da arbitragem, diz imprensa

De acordo com as informações da 'RMC', o craque brasileiro precisou ser contido por funcionários e por seguranças do Paris Saint-Germain

divulgação

DE TERRA NOTICIAS

Após passar o Carnaval no Brasil e tratar a lesão no quinto metatarso do pé direito, Neymar voltou para Paris para acompanhar a partida do PSG na Liga dos Campeões e viu o seu time ser eliminado pelo Manchester United nos acréscimos.

O gol que eliminou o PSG veio por meio de um pênalti marcado com a ajuda do árbitro de vídeo, e isso tirou Neymar do sério. Via Instagram, o camisa 10 brasileiro reclamou bastante da marcação do árbitro esloveno Damir Skomina.

 

Isso é uma vergonha! Ainda colocam quatro caras que não entendem de futebol pra ficar olhando lance em câmera lenta... Isso não existe! Como o cara vai colocar a mão de costas? Ah, vai pra p... que pariu - postou.

 

Além do post em suas redes sociais, Neymar ainda tentou invadir o vestiário de arbitragem após a partida. De acordo com informações da 'RMC', o camisa 10 do PSG precisou ser contido por funcionários do clube para não chegar ao local.

 

Neymar pode ser punido por sua conduta, de acordo com o jornal espanhol 'Sport', que afirma que o ato de indisciplina pode ser enquadrado no artigo 11 do Código Disciplinar da Uefa, que atesta sobre "insultos e qualquer outra atitude que viole as normas básicas de conduta.

 

 

Fonte      https://www.terra.com.br/esportes/lance/neymar-tentou-invadir-vestiario-da-arbitragem-diz-imprensa-francesa,a454976a7b439ec581ba62ed8b864903qmlis7qw.html




Clique aqui e faça seu comentário


COMENTÁRIOS
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia