ENQUETES

Você é a favor ou contra O FIM do estatuto do desarmamento?

PUBLICIDADE

Fogo Amigo
13.10.2017 | 07h00
Tamanho do texto A- A+

Acusada de tortura

Tribunal manda retirar tornozeleira de tenente

DA REDAÇÃO
Ledur

Tenente Izadora Ledur, que é acusada de torturar até a morte um aluno do Corpo de Bombeiros

Por decisão do Tribunal de Justiça, a tenente Izadora Ledur, do Corpo de Bombeiros, ganhou o direito de transitar sem tornozeleira eletrônica, bem como obteve a revogação da suspensão do exercício da função de oficial da coporação.

 

A tenente é acusada de crimes de tortura, durante treinamento de alunos bombeiros, em novembro de 2016, na Lagoa Trevisan, em Cuiabá. Ledur era monitorada eletronicamente após o MPE denunciá-la pela morte do aluno Rodrigo Claro. A decisão que beneficia a oficial foi proferida na quarta-feira (11) pela 2ª Câmara Criminal do TJ, em atendimento a um pedido habeas corpus..

 

No pedido, a defesa alegou que a tenente foi submetida a constrangimento ilegal, referindo-se à imposição de medidas cautelares não prisionais, atribuídas pela juíza Selma Arruda, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, em junho. O MPE, na verdade, pediu a prisão de Izadora Ledur, mas a juíza negou, suspendendo, no entanto, suas funções. O prazo para a retirada da tornozeleira eletrônica é de 24 horas.

 




Leia mais notícias sobre Fogo Amigo:
Outubro de 2017
18.10.17 10h50 » Fator Taques
18.10.17 09h30 » Após operação
18.10.17 07h37 » Na contramão
18.10.17 07h00 » Patriota
17.10.17 16h45 » Efeito STJ
17.10.17 12h24 » Clima de otimismo
17.10.17 12h00 » Trabalho escravo
17.10.17 10h51 » Segundo escalão
17.10.17 09h12 » Votação no Senado
17.10.17 08h30 » Escutas no STJ

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

1999-2017 MidiaNews - Credibilidade em Tempo Real - Tel.: (65) 3027-5770 - Todos os direitos reservados