Cuiabá, Sexta-Feira, 22 de Fevereiro de 2019
Fogo Amigo
05.12.2018 | 14h30 Tamanho do texto A- A+

Efeito Paletó

Emanuel cogitou manter secretário, mas temeu desgaste

O prefeito Emanuel Pinheiro, que demitiu secretário acusado

DA REDAÇÃO

Escaldado com o desgaste público resultante do Escândalo do Paletó, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) agiu rápido e colocou na rua o então secretário de Saúde Huark Douglas Correia.

 

Ele é acusado de ser sócio oculto e beneficiar a empresa Pró-Clin (Sociedade Mato-Grossense de Assistência em Medicina Interna Ltda), uma das principais fornecedoras do Hospital São Benedito, em Cuiabá (leia mais AQUI).

 

Segundo apurou a coluna, Emanuel cogitou, mesmo com a crise, manter Huark na pasta. Mas ponderou que o desgaste só aumentaria - e poderia prejudicar sua gestão.

 

A acusação está sendo investigada pela Delegacia Fazendária, por meio da Operação Sangria.

 

 




Leia mais notícias sobre Fogo Amigo:
Fevereiro de 2019
22.02.19 18h15 » Gabinete presidencial
22.02.19 15h03 » Vassoura
22.02.19 11h10 » Mandato de prêmio
22.02.19 10h36 » Juiz-membro
22.02.19 08h54 » Em tempos de reforma
21.02.19 18h00 » Notório saber...
21.02.19 15h40 » "Não" e "confirma"
21.02.19 15h00 » Cadeira cobiçada
21.02.19 11h00 » Jantar com governador
21.02.19 09h32 » "Traidores do povo"