Cuiabá, Sábado, 16 de Fevereiro de 2019
Fogo Amigo
09.10.2018 | 09h21 Tamanho do texto A- A+

Grampolândia

MPE: "Os fins justificam os meios"?

DA REDAÇÃO
Allan Sidney MPE-MT 14-09-2018

Promotor de Justiça Allan do Ó

O promotor Allan Sidney do Ó fez uma analogia entre a obra "O Príncipe" e o caso das interceptações telefônicas ilegais realizadas em Mato Grosso nos anos de 2014 e 2015, com fins políticos.

 

O promotor classifica a prática como “repugnante” e a compara com a obra literária de Nicolau Maquiavel, escrita em 1513.

 

“Aliás, curiosamente (ou não), no referido exemplar, Maquiavel aconselha aos governantes sobre o exercício e manutenção do poder absoluto, ainda que seja necessária a utilização de forças militares para alcançar tal objetivo. É neste livro que encontramos a famosa expressão: “Os fins justificam os meios”, repassando a ideia de que não importa o que se faça, tudo é válido para chegar e manter-se no poder”.

 

Na denúncia feita pelo Ministério Público Estadual, e corroborada pelos depoimentos dados na decorrer da ação, o promotor alerta que os grampos ilegais no Estado ocorreram por interesse em obter informações relativas a pessoas envolvidas direta ou indiretamente no pleito eleitoral do ano de 2014

 

“E certamente extrair alguma vantagem disto, com manutenção do plano em 2015, mantendo-se como alvos pessoas ligadas direta ou indiretamente à cena política estadual”. 

 




Leia mais notícias sobre Fogo Amigo:
Fevereiro de 2019
15.02.19 17h33 » "Supersalários"
15.02.19 13h04 » Contra o Fethab
15.02.19 10h45 » Moralidade
15.02.19 08h25 » Deu na Folha
14.02.19 21h28 » Encruzilhada
14.02.19 21h27 » Foco na cadeira
14.02.19 14h50 » Pegando o "ritmo"
14.02.19 10h00 » Deu no Antagonista
14.02.19 09h40 » Péssimo exemplo
14.02.19 09h39 » Cadê o protesto?