Cuiabá, Domingo, 20 de Janeiro de 2019
ERNANI CAPOROSSI E CAROLINA RAMAZOTI
11.02.2018 | 07h04 Tamanho do texto A- A+

Fluorose dentária

Um distúrbio na formação dentária que se manifesta principalmente pela alteração de cor do esmalte

O sorriso de uma criança é tudo de bom. Para que ela cresça com dentes fortes e bonitos é necessário que os pais ajudem a praticar bons hábitos higiênicos. Isso inclui o flúor como componente importante para fortificar os dentes.

 

Porém, a quantidade de flúor precisa ser controlada para evitar futuros problemas, como a fluorose dental. Um distúrbio na formação dentária que se manifesta principalmente pela alteração de cor do esmalte.

 

A fluorose dentária pode ser detectada com a presença de manchas nos dentes, que normalmente apresentam uma forma irregular e podem ter várias tonalidades, o aspecto das manchas podem variar desde de dentes esbranquiçados e opacos, ou alguns traços brancos,  até dentes mais escuros variando a cor de acastanhados e/ou marrons, , onde podemos averiguar a gravidade do acometimento.

Devemos observar que a escovação frequente e diária não é fator suficiente para o desenvolvimento da fluorose

 

Em alguns casos mais severos, podem observar irregularidade e perda de estrutura dentária, o esmalte se torna mais poroso e frágil, sendo assim mais susceptíveis à sensibilidade dentária e/ou dor. Algumas alterações comprometem a estética dos dentes em questão e podem interferir na autoestima do paciente.

 

A fluorose dentária origina-se da exposição excessiva de flúor ainda quando o dente está em formação, e pode ser causada por consumo de água excessivamente fluoretada, ingestão de dentifrícios fluoretados durante a escovação, ingestão prolongada de complementação vitamínica com flúor.

 

Ainda podemos ressaltar que além da ingestão do flúor podemos associar a severidade do caso a algumas relações corporais como baixo peso, taxa de crescimento, estado nutricional e alterações de atividade renal.

 

Devemos observar que a escovação frequente e diária não é fator suficiente para o desenvolvimento da fluorose, o motivo para desenvolvimento dessa patologia seria a ingestão prolongada da própria pasta de dente com níveis altos de flúor.

 

Por esse mesmo motivo devemos observar a quantidade de flúor existente nos dentifrícios adequados para cada idade. Referimos que as causas apresentadas somente são válidas apenas em idades em que há a formação dos dentes, ou seja, em crianças.

 

A fluorose não é uma doença contagiosa ou transmissível, não se “pega” e nem se “passa” de uma pessoa para outra, mas podemos observar em grupos de pessoas, devido aos causadores já especificados.

 

O diagnóstico de fluorose dentária é realizado pelo dentista, através de observação clínica e histórico do paciente.

 

Antes de iniciar qualquer tratamento, é necessário confirmar que o dente não apresenta qualquer outro tipo de patologia, como cárie. A fluorose dentária não desaparece com o passar da idade, mas existem tratamentos que permitem diminuir ou ocultar, e em alguns casos até extinguir as manchas que aparecem no esmalte dos dentes, melhorando a forma e estética dentária, além de melhorar a saúde e auto estima do paciente.

 

CAROLINA RAMAZOTI é especialista em odontopediatria.

 

ERNANI CAPOROSSI é especialista em dentística restauradora e prótese dental, mba em gestão em saúde, membro fundador da sociedade brasileira de odontologia estética (sboe), da academia brasileira de osseointegração (abross) e da sociedade brasileira de reabilitação oral (sbro). Há 35 anos atende em cuiabá em clínica privada.




Clique aqui e faça seu comentário


COMENTÁRIOS
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Leia mais notícias sobre Opinião:
Janeiro de 2019
20.01.19 10h16 » Faltando com a verdade
20.01.19 07h55 » Estados pelo ralo
20.01.19 07h53 » "Garrando" ódio
20.01.19 07h52 » O agro não é o vilão
20.01.19 07h50 » Calamidade passageira
19.01.19 08h01 » Decreto de festim
19.01.19 08h00 » Atraso na entrega do imóvel
19.01.19 07h58 » A extinção do TCE