Cuiabá, Quinta-Feira, 24 de Janeiro de 2019
REPASSE DE R$ 24 MIL
09.12.2018 | 10h48 Tamanho do texto A- A+

Mourão avalia que faltam explicações sobre caso Coaf

Vice-presidente manifestou-se em entrevista neste sábado (8)

José Cruz/Agência Brasil

O general Hamilton Mourão, vice-presidente eleito

JOSIAS DE SOUZA

O general Hamilton Mourão, vice-presidente eleito, avalia que há um déficit de explicações sobre o caso Coaf. Ele cobra esclarecimentos de Fabrício Queiroz, o ex-assessor de Flavio Bolsonaro pilhado numa movimentação bancária suspeita de R$ 1,2 milhão no intervalo de um ano.

 

"O ex-motorista, que conheço como Queiroz, precisa dizer de onde saiu este dinheiro. O Coaf rastreia tudo. Algo tem, aí precisa explicar a transação, tem que dizer", declarou Mourão.

 

Mourão manifestou-se sobre o episódio numa entrevista ao blog da repórter Andréia Sadi, neste sábado (8). Perguntou-se ao general se considerou satisfatória a explicação de Jair Bolsonaro sobe o repasse de R$ 24 mil que o ex-assessor de Flávio Bolsonaro fez à futura primeira-dama Michelle Bolsonaro.

 

"Ele colocou a justificativa dele. Ele já disse que foi um empréstimo. O Queiroz precisa explicar agora", afirmou.

 

A repórter também perguntou a Mourão o que achou da reação do futuro chefe da Casa Civil Onyx Lorenzoni, que se irritou com os repórteres na última s exta-feira ao ser indagado sobre o caso Coaf. "Ele tá estressado", respondeu o vice de Jair Bolsonaro.

 

"Quando responde daquele jeito, parece que tem culpa no cartório", acrescentou, evocando a investigação autorizada pelo STF sobre a suspeita de que Onyx recebeu R$ 100 mil da JBS no caixa dois.

 

"Quando me perguntam, eu respondo claramente, com tranquilidade. Temos que falar".




Clique aqui e faça seu comentário


COMENTÁRIOS
1 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Levi Furtado Pimentel  09.12.18 15h22
Eu acredito no general Mourão.Quanto aos demais,nós como cidadãos, aguardamos uma explicação convincente.
15
2