Cuiabá, Domingo, 16 de Dezembro de 2018
CLIMA ELEITORAL
11.04.2018 | 09h47 Tamanho do texto A- A+

Oposição critica Taques e aponta corrupção; WS cita falácias

Zeca, Janaina, Alan e Wilson travam batalha e discutem corrupção na Seduc e delação de Alan Malouf

Alair Ribeiro/MidiaNews

O deputado Zeca Viana: oposição a Taques

DOUGLAS TRIELLI
DA REDAÇÃO

A sessão noturna de terça-feira (10) na Assembleia Legislativa antecipou temas que devem ser amplamente debatidos nas eleições majoritárias deste ano.

 

Corrupção, Fethab e obras inacabadas da Copa foram alvos de um duro embate entre os parlamentares da oposição e o vice-líder do Governo, deputado Wilson Santos (PSDB).

 

O primeiro a subir à tribuna foi o deputado Zeca Viana (PDT), que criticou os promotores do Ministério Público Célio Fúrio e Clovis de Almeida Junior por terem arquivados representações feitas por ele contra um contrato de R$ 70 milhões do Gabinete de Comunicação e sobre irregularidades no Detran.

 

O contrato da GCom-MT foi suspenso pela juíza Célia Vidotti, da Vara de Ação Civil Pública e Ação Popular de Cuiabá por suspeita de prática de improbidade administrativa e de corrupção empresarial.

 

“Por incrível que pareça, as duas representações foram arquivadas. A dos R$ 70 milhões caiu na mão do promotor Célio Fúrio. E a do Detran, com o promotor Clovis de Almeida Junior. Por que não houve interesse desses promotores em investigar? Defendo as pessoas de bem, que conduzem um trabalho sério e ético. Agora, cai na mão de promotores que não têm a mínima vontade ou têm qualquer tipo de conluio com o Governo e arquivam as representações”, disse.

 

Tenho certeza que temos a maioria de promotores sérios, que orgulham o MPE. Mas temos essas laranjas contaminadas com aquele vírus da podridão

“Tenho certeza que temos a maioria de promotores sérios, que orgulham o MPE. Mas temos essas laranjas contaminadas com aquele vírus da podridão, que não ligam para as coisas e deixam as coisas rodar. Essa é minha indignação. Eu queria terminar o mandato batendo palma para o governador, sair de cabeça baixa e achando que foi um erro ter brigado com ele. Mas infelizmente é o contrário. Ele não fez nada para melhorar ele mesmo e sua gestão”, afirmou.

 

Em seguida, Wilson rebateu e sugeriu que Zeca tem saudade da gestão Silval Barbosa.

 

“Eu fico ouvindo isso e fico abestalhado. Fico ouvindo aquilo sem entender. Parece que estão com saudades de Silval Barbosa e sua turma. Já se esqueceram que Silval disse em delação premiada, que desviou a bagatela de R$ 1 bilhão. Governar este Estado depois de alguém ter desviado R$ 1 bilhão não é tarefa simples”, disse.

 

O tucano afirmou que Taques foi o chefe do Executivo que mais incremento fez na Segurança Pública. Citou mais de 4 mil novos policiais. Além disso, afirmou que Taques aumentou 200 novos leitos de UTI no Estado e que ele foi o primeiro governador a repassar valores do Fethab aos prefeitos.

 

“Eu fico ali ouvindo e me belisco para saber se estou realmente ouvindo aquilo. Porque não é possível que não consigamos enxergar isso”, ironizou.

 

Zeca, então, disse que os feitos enumerados por Wilson são “fantasiosos”.

 

“Não sei onde esse governador construiu 200 leitos de UTI. Já mandei requerimento e não fui respondido. Ele está contando leitos de empresas privadas e também as emendas da Santa Casa de Rondonópolis da gestão passada. Então, essa conta não é verídica. Sobre asfalto, fizemos requerimento para saber onde está essa construção que ele fala. A respeito do Fethab, temos que deixar de ser demagogo. O governador Pedro Taques entrou na justiça para não repassar o dinheiro para os municípios”, disse.

 

JLSiqueira/ALMT

Wilson Santos

O deputado Wilson Santos, que rebateu acusações da oposição

“Então, você deveria ser mais coerente e transmitir uma coisa correta, mais certa, para não confundir. Precisamos ter o mesmo brio que temos com os nossos negócios de seriedade, falar a verdade, não chegar aqui e falar bonito e criar uma fantasia”, afirmou.

 

Em seguida, o deputado Alan Kardec (PDT) também usou a tribuna para questionar as entregas de Wilson enquanto esteve na Secretaria Estadual de Cidades. Enumerou diversas obras inacabadas da Copa, como os COT Pari e UFMT, o VLT e a Salgadeira, que ainda não foram concluídos.

 

O tucano, então, respondeu aos questionamentos sobre as obras. Disse que a Salgadeira deve ser entregue nos próximos dias e que o VLT foi “contaminado” pela delação de Silval Barbosa, mas, em breve, uma nova licitação deve ser lançada.

 

Ele, ainda, ironizou o fato de Allan vir do PT, que comandou a Educação na gestão Silval. E criticou a gestão dos ex-secretários da Pasta, Rosa Neide Sandes, e Ságuas Moraes.

 

Pedido de renúncia

 

Por fim, o embate foi entre Wilson e a deputada Janaina Riva (MDB). Ela afirmou que Os dois ex-secretários de Educação não foram presos como Permínio Pinto, filiado ao PSDB de Wilson. E ainda citou que Taques foi citado pelo empresário Alan Malouf.

 

“Não quero cometer o mesmo equívoco que Wilson. Partido nenhum comete crime. O PT não pode responder pelo o que aconteceu na Seduc, mesmo que nenhum secretário tenha sido preso como o Permínio Pinto, que é do PSDB. Mas não posso responsabilizar o PSDB pelas corrupções cometidas na Seduc. Pelos R$ 56 milhões desviados da Seduc. A Seduc foi um dos lugares em que houve escândalo. Outro foi no Detran. Primo [Paulo Taques] do governador preso. Governador delatado”, disse ela.

 

Alair Ribeiro/MidiaNews

Janaina Riva nervosa 3

Janaina: “Fala dos milhões desviados pelo Silval, mas esquece de dizer que todos os deputados delatados fazem parte da base do Governo

“Fala dos milhões desviados pelo Silval, mas se esquece de dizer que todos os deputados delatados fazem parte da base do Governo. São pequenas coisas, mas que fazem toda a diferença no contexto geral. Quer vender a imagem de limpo, mas não consegue ser limpo. Isso é difícil de vender para população. Mas incompetente, o governador soube vender com maestria. Pode até ter polícia militar, mas nunca foram tão maltratados na história deste Estado”, afirmou.

 

Ela, ainda, disse que Taques é um mau gestor e que ameaça políticos que almejam disputar o Governo do Estado nas eleições deste ano.

 

Wilson, então, desafiou Janaina a renunciar ao mandato se não conseguir provar que houve desvio de R$ 56 milhões na Seduc.

 

“Eu vejo isso com um misto de preocupação e, às vezes, até caio na gargalhada. Vou dar uma semana para deputada Janaina provar aqui o que falou. A senhora disse que houve um desvio de R$ 56 milhões. Está gravado. Quero fazer um desafio: Se você provar que isso é verdade, semana que vem renuncio ao mandato. Se não for verdade, a senhora renuncia?”, questionou.

 

Janaina sugeriu que Wilson denuncie caso fique provado que Taques usou recursos de Caixa Dois na campanha de 2014.

 

“Quem fala, quem denuncia, o desvio de R$ 56 milhões, é o Ministério Público. É a Selma Arruda. Hoje não é mais juíza, mas foi quem mandou prender Permínio, quem colocou a delação de Alan e do Giovani Guizardi. Eles denunciam R$ 56 milhões. Meu mandato eu não renuncio jamais, porque não é meu, é dos que me elegeram. Não me pertence, não é disponível como vossa excelência disponibilizou agora”, disse.

 

“Mas, se homologada a delação de Alan no STF, como se comenta, que o governador recebeu dinheiro das mãos dele, de Caixa Dois, que ele sabia, aí sim: eu, se fosse líder como você, renunciaria. Teria vergonha de ter defendido, como vossa excelência defendeu com tanto afinco, um governo que está denunciado por tantos esquemas”, afirmou.

 

Por fim, Wilson chamou as acusações de Janaina de falácia e que não deixará a oposição criticar Taques sem que haja resposta.

 

“Isso é bom para sociedade ver. Ela correu do desafio. São essas falácias que acabam encontrando eco em alguns setores da sociedade. São mentiras. Maldosas e intencionais. Para ferir, para machucar, derrubar. Está feito o desafio. Lamento que ela tenha saído do plenário. Respeitamos os colegas, mas vamos repor as verdades. Se deitaram e rolaram nesse plenário durante alguns meses sem o devido contraponto, acabou. Vamos fazer o contraponto e restabelecer com firmeza a verdade”, completou.

 

Veja trecho da discussão:

 

 

Leia mais sobre o assunto:

 

WS retorna à AL, defende Taques e rebate críticas da oposição




Clique aqui e faça seu comentário


COMENTÁRIOS
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia