Cuiabá, Sexta-Feira, 15 de Fevereiro de 2019
SITUAÇÃO DOMINA
10.02.2019 | 14h57 Tamanho do texto A- A+

Oposição preside apenas 2 das 15 comissões na Câmara

As composições foram definidas em reunião realizada nessa semana e conduzidas pelo presidente da Casa

Alair Ribeiro/MidiaNews

Marcelo Bussiki, um vereador da oposição, preside comissão de Execução Orçamentária

JACQUES GOSH
DO RDNEWS

A oposição na Câmara de Cuiabá – formada pelos vereadores Marcelo Bussiki (PSB), Dilemário Alencar (Pros), Diego Guimarães (PP), Felipe Wellaton (PV) e Abílio Júnior (PP) - ficou com a presidência de duas das 15 comissões permanentes. As composições foram definidas em reunião realizada nessa quarta (6) à noite e será publicada no Diário Oficial de Contas que circulará na próxima semana.

 

O oposicionista Bussiki seguirá na presidência da Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária. No  ano passado, utilizou o cargo para criticar duramente a autorização para a Prefeitura de Cuiabá contrair empréstimo de 110 milhões de dólaresjunto ao Banco de Desenvolvimento da América Latina para investimentos no programa Cuiabá 300 Anos, mas foi voto vencido.

 

Já Dilemário vai presidir a Comissão de Amparo a Criança, Adolescentes e Idosos. Diego e Wellanton participam das comissões apenas como membros enquanto Abílio, conhecido por enfrentamentos com colegas e episódios como o escândalo na entrega do novo Hospital e Pronto Socorro de Cuiabá, não entrou em nenhuma comissão.

 

O ex-líder do governo Lilo Pinheiro (PRP) ficou na presidência da Constituição, Justiça e Redação (CCJ), considerada a mais importante por aferir a constitucionalidade e garantir a tramitação das matérias. Já seu substituto na função, Luis Cláudio (PP), preside a Comissão de Educação.

 

Apenas Juca do Guaraná Filho (Avante) foi escolhido para presidir duas comissões. São elas Comissão de Defesa do Consumidor e do Contribuinte e Comissão de Direitos Humanos e Cidadania.

 

Toninho de Souza (PSD) foi escolhido para presidir a Comissão de Ética e Decoro Parlamentar. Uma das atribuições é emitir parecer pela cassação ou não de vereadores que cometerem atos ilegais no exercício do mandato.

 

A composição das comissões permanentes foi definida mediante debate com as lideranças partidárias com representatividade no Legislativo Cuiabano. O presidente da Câmara, Misael Galvão (PSB), liderou o processo de discussão (Com Assessoria).

 

 

 




Clique aqui e faça seu comentário


COMENTÁRIOS
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia