Cuiabá, Quinta-Feira, 21 de Fevereiro de 2019
ACUSADA DE RACISMO
12.02.2019 | 14h34 Tamanho do texto A- A+

Katy Perry tem linha de sapatos retirada de mercado

Cantora lançou linha de sandálias e mocassins com estampa que se assemelham a blackface

Reprodução

Katy Perry

DA QUEM

Katy Perry teve sua coleção de sapatos retiradas do mercado após ser acusada de fazer black face. As sandálias e mocassins, projetados com um rosto com lábios vermelhos proeminentes, não estão mais à venda em varejistas como o Walmart.

"Para ser respeitosa e sensível, a equipe está no processo de retirada dos sapatos", explicou um porta-voz da empresa ao TMZ.

Os desenhos são os mais recentes de uma série de itens polêmicos de roupas que usam a caricatura de lábios vermelhos e olhos azuis em um rosto negra.

Na semana passada, a Gucci removeu um suéter balaclava preto que tinha na gola lábios vermelhos, projetados para serem usados ​​sobre o rosto do usuário. Em dezembro, a Prada retirou uma série de acessórios que se assemelhavam a macacos negros com lábios vermelhos.

Perry já foi acusada de apropriação cultural no passado, inclusive por se vestir como uma gueixa para uma performance de uma premiação em 2013, e colocar seu cabelo em trancinhas no vídeo de seu single This Is How We Do. "Cometi vários erros", disse ela em 2017. "Eu nunca vou entender, mas posso me educar e é isso que estou tentando fazer ao longo do caminho."

A origem do termo black face surgiu no teatro dos Estados Unidos, no século 19, quando negros não podiam participar de peças e seus personagens eram representados por pessoas brancas que pintavam os rostos de carvão e passavam batom vermelho.

Fonte: https://revistaquem.globo.com/QUEM-News/noticia/2019/02/katy-perry-e-acusada-de-black-face-e-tem-linha-de-sapatos-retirada-de-lojas.html




Clique aqui e faça seu comentário


COMENTÁRIOS
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia