Cuiabá, Domingo, 26 de Maio de 2019
VEJA A LISTA
14.03.2019 | 08h57 Tamanho do texto A- A+

Reparos emergenciais suspendem abastecimento em 24 locais

A previsão da companhia é de que os dois serviços sejam concluídos ainda nesta quarta-feira (13)

Alair Ribeiro/MidiaNews

Águas Cuiabá faz reparos emergenciais por conta de vazamentos

DA REDAÇÃO

A Águas Cuiabá informa que suas equipes técnicas estão trabalhando em dois reparos emergenciais substanciais As duas situações se tratam de vazamentos na rede de distribuição de água.

 

Para execução dos serviços, o fornecimento de água nas regiões atendidas pelas adutoras (confira a lista de bairros abaixo) será, temporariamente, interrompido.

 

A previsão da companhia é de que os dois serviços sejam concluídos até as 16h desta quarta-feira (13).

 

O primeiro vazamento está localizado na avenida São Sebastião, no cruzamento com a avenida Senador Metelo, bairro Goiabeiras. Já o segundo, fica na avenida Dom Aquino, bairro Dom Aquino.

 

Após os reparos, o abastecimento retornará à normalidade conforme a pressurização da rede, medida que poderá levar até 36h.

 

A Águas Cuiabá agradece o apoio da comunidade e ressalta a importância da adoção de práticas de uso consciente da água, evitando o desperdício. Em caso de dúvidas, o telefone de atendimento ao cliente é o 0800 646 6115.

 

Lista de bairros atendidos pelas adutoras, que terão o abastecimento comprometido temporariamente:

 

BARRA DO PARI

CIDADE ALTA

CIDADE VERDE

COESA

COND RES CANACHUÊ

GOIABEIRAS

JARDIM ARAÇÁ

JARDIM CUIABÁ

JARDIM INDEPENDÊNCIA

JARDIM MARIANA

JARDIM PRIMAVERA

JARDIM SANTA AMÁLIA

POPULAR

RES CARVALHO

RIBEIRÃO DA PONTE

SANTA ANGELITA

SANTA ISABEL

SANTA ROSA I

SANTA ROSA II

VERDÃO

VILA MILITAR

VILLAGE FLAMBOYANT

DOM AQUINO

CENTRO SUL

 




Clique aqui e faça seu comentário


COMENTÁRIOS
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia