Cuiabá, Quinta-Feira, 18 de Abril de 2019
Fogo Amigo
11.02.2019 | 14h09 Tamanho do texto A- A+

Disputa ao TCE-MT

Membros do Judiciário e MPE não precisam renunciar

O promotor de Justiça Mauro Zaque, que disputa vaga ao TCE

DA REDAÇÃO

Em contato com o MidiaNews, o presidente da Asssembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), negou que membros do Judiciário ou Ministério Público terão que renunciar aos seus cargos para concorrer à vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

 

Um dos prejudicados seria o promotor de Justiça Mauro Zaque, que polariza a disputa com o deputado Guilherme Maluf (PSDB).

 

Segundo um dos parágrafos de uma minuta elaborada pela Procuradoria da Assembleia, vazada para a imprensa, os "indicados nos termos do § 2º não poderão incorrer nas vedações insertas na Lei Complementar 64/1990, condicionante esta aferível ao tempo do parágrafo a seguir" .

 

"De fato isso está na minuta, mas iremos retirar esse parágrafo para que o processo seja absolutamente democrático. Foi apenas uma sugestão, que será adequada", disse Botelho.




Leia mais notícias sobre Fogo Amigo:
Abril de 2019
18.04.19 08h17 » Salário de R$ 33 mil
17.04.19 17h37 » Eleições 2020
17.04.19 14h29 » Vaga de Selma
17.04.19 08h43 » Tensão nos bastidores
17.04.19 08h35 » Rombo
17.04.19 08h18 » No Fórum
16.04.19 17h16 » Exoneração
16.04.19 14h04 » Em escolas
16.04.19 09h08 » Morte de bancária
16.04.19 09h05 » Casa Civil