Cuiabá, Quinta-Feira, 25 de Abril de 2019
Fogo Amigo
14.04.2019 | 15h23 Tamanho do texto A- A+

Polícia e privacidade

"Nós temos brigas com a dona do WhatsApp", diz Stringuetta

O delegado Flávio Stringueta, que coordena a GCCO da Polícia Civil

DA REDAÇÃO

O delegado Flávio Stringuetta, da Gerência de Combate ao Crime Organizado, afirmou que as polícias ainda encontram dificuldade em quebrar o sigilo imposto pela política de privacidade do WhatsApp.

 

Segundo ele, as interceptações telefônicas são uma grande arma no combate ao crime. “Embora hoje o criminoso mais especializado não use o aparelho celular para se comunicar, [a escuta] ainda é uma ferramenta muito eficaz para alcançarmos os criminosos e darmos e eles a repressão que precisam”, afirmou em entrevista à Rádio Centro América nesta semana.

 

“Nós temos brigas com a dona do WhatsApp. Em alguns casos conseguimos quebrar essa política e em outros não.  Não é, infelizmente, uma liberalidade tão grande como se fosse uma ligação comum”.




Leia mais notícias sobre Fogo Amigo:
Abril de 2019
25.04.19 08h34 » Viralizou nas redes
25.04.19 07h49 » "Vou me posicionar"
24.04.19 16h06 » Decisão judicial
24.04.19 16h04 » Proposta natimorta
24.04.19 11h28 » Esticadinha
24.04.19 07h44 » Sangria na Saúde
24.04.19 06h00 » "Exercício diário"
23.04.19 20h00 » Máfia dos combustíveis
23.04.19 15h00 » Flagra na CPI
23.04.19 11h30 » Jardim Cuiabá