Cuiabá, Domingo, 26 de Maio de 2019
EM PESQUE E PAGUE
12.03.2019 | 17h05 Tamanho do texto A- A+

Corpo de professor é encontrado com mãos amarradas e seminu

A caminhonete da vítima foi roubada pelos criminosos; nenhum suspeito foi identificado ainda

Reprodução

Veículo da Politec no local onde Sérgio Dias Neto foi assassinado

BIANCA FUJIMORI
DA REDAÇÃO

O professor aposentado Sérgio Ferreira Dias Neto, de 55 anos, foi encontrado morto na manhã desta terça-feira (12) em seu pesque e pague, em uma estrada vicinal de Pedra Preta (241 km de Cuiabá).

 

A Polícia Civil informou que o corpo da vítima já estava em estado de decomposição, com as mãos amarradas para trás e seminu.

 

A caminhonete S10 do professor não foi encontrada.

 

Os investigadores suspeitam que Sérgio foi abordado pelos bandidos quando abria a porteira da propriedade.

 

Ele foi atingido com uma paulada na cabeça e teria sido arrastado até a casa ainda com vida.

 

Os policiais acreditam que a vítima ainda tentou resistir lutando com os bandidos devido a manchas de sangue no quintal, nas paredes e no chão.

 

Sérgio trabalhou 30 anos na rede estadual de ensino. Ele havia se aposentado no ano passado e abriu o pesque e pague como forma de ter uma renda extra.

 

Os investigadores relataram que o local estava fazendo sucesso e que isso pode ter chamado a atenção dos bandidos.

 

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foi acionada e fez a retirada do corpo da vítima. A Polícia Civil investiga o crime.

GALERIA DE FOTOS



Clique aqui e faça seu comentário


COMENTÁRIOS
1 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Eliberto  12.03.19 19h12
Muito triste,conhecia o professor Sergio, dos tempos de infância em Pedra Preta. Depois de trabalhar como professor por mais de 30 anos, tentou buscar sossego numa chácara próxima a cidade e acabou sendo vítima da violência, Que Deus o receba em paz.
24
0