Cuiabá, Quinta-Feira, 25 de Abril de 2019
EMBATE
15.04.2019 | 09h46 Tamanho do texto A- A+

“Estou preparado para todo tipo de injúria e calúnia”, diz Emanuel

Chefe do Executivo municipal voltou a afirmar que pressão familiar contra candidatura é forte

Alair Ribeiro/MídiaNews

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro, que ainda não decidiu sobre candidatura

CÍNTIA BORGES
DA REDAÇÃO

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) reafirmou que vai vai provar sua inocência no chamado “Escândalo do Paletó” e que está preparado para as críticas, que devem se intensificar até 2020. 

 

Emanuel argumenta que está preparado para qualquer tipo de “injúria, calúnia e difamação”, que possa vir da oposição neste período.

 

Em 2017, um vídeo em que aparece recebendo maços de dinheiro no Palácio Paiaguás, veio à tona. A gravação consta na delação premiada do ex-governador Silval Barbosa, que confessou uma série de crimes cometidos em sua administração.

 

Conforme Silval, o dinheiro entregue a Emanuel, à época deputado estadual, era uma espécie de “mensalinho” pago em troca de apoio à sua gestão.

 

“Nós estamos preparados para todo tipo de injúria, calúnia e difamação. Vamos provar nossa inocência lá na frente. Em política, infelizmente você é condenado pelo fato, você não é condenado no processo judicial”, disse o prefeito.

 

Nós estamos preparados para todo tipo de injúria, calúnia e difamação. Vamos provar nossa inocência lá na frente. Em política, infelizmente você é condenado pelo fato, você não é condenado no processo judicial

Emanuel afirma que é inocente e que as acusações que pesam contra ele “não o afetam” politicamente.

 

“Isso já foi explorado, mais do que já bateram em mim, mais do que já me violentaram, já inventaram e já mentiram, e fizeram todo tipo de apelação. Tripudiando mesmo. Isso não me afeta e eu vou mostrar isso no processo que nada tenho a ver com isso”, afirmou.

 

Eleição 2020

 

Apesar das diversas especulações, Emanuel ainda não se posicionou a respeito de uma possível candidatura à disputa eleitoral em 2020.

 

Há ainda a resistência por parte da primeira dama da Capital, Márcia Pinheiro, a uma nova disputa. 

 

Emanuel afirmou que, antes de tomar a decisão, deve se reunir com os partidos de base e formar um grupo de apoio.

 

"Primeiro eu quero formar um grupo comprometido com Cuiabá, não com Emanuel Pinheiro. O desenho dele é minha base de apoio na Câmara de Vereadores. E eu quero fechá-lo, consolidá-lo. E se eu não for candidato, que é uma tendência maior por uma questão familiar, eu quero que o nome saia desse grupo”.

 




Clique aqui e faça seu comentário


COMENTÁRIOS
4 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Claudio José Sônego  15.04.19 18h08
Já ouvi por diversas vezes o prefeito dizendo que vai se pronunciar a respeito do dinheiro no Paletó,mas ja se passou mais de um ano e nada .Vai empurrando com a barriga e acha que todos somos otários .
57
8
Claudio Vieira  15.04.19 16h57
Porque o Sr. Prefeito não pensa em organizar nossa cidade antes de pensar em nome ou candidatura, não sei o senhor percebeu mas Cuiabá esta abandonada Sr. Prefeito. Fica a minha dica para o Sr.
59
11
Henrique Mourao  15.04.19 16h53
Tá na hora de pegar o chapéu e sair de fininho..
55
9
moreira  15.04.19 16h44
CHEIRO DE CARNIÇA NO AR,
49
5