Cuiabá, Segunda-Feira, 20 de Maio de 2019
ATAQUE A ALGOZES
16.04.2019 | 17h11 Tamanho do texto A- A+

Silval: Selma devia confessar e Taques era "pai da moralidade"

Ex-governador do Estado fez neste terça-feira (16) duras críticas a tucano e a senadora do PSL

Alair Ribeiro/MídiaNews

O ex-governador Silval Barbosa, que cumpre prisão domiciliar em Matupá, interior de Mato Grosso

CÍNTIA BORGES
DA REDAÇÃO

O ex-governador Silval Barbosa, condenado por organização criminosa, concussão e lavagem de dinheiro, fez nesta terça-feira (16) duras críticas ao ex-governador Pedro Taques (PSDB) e à senadora Selma Arruda (PSL), classificando-os como “paladinos da moralidade” (confira áudio abaixo).

 

Silval Barbosa - condenando a 13 anos e sete meses de prisão - cumpre prisão domiciliar desde julho de 2017, após passar quase dois anos preso no Centro de Custódia de Cuiabá (CCC) e devolver cerca de R$ 80 milhões aos cofres públicos. Após decisão de dezembro passado, ele cumpre a pena na cidade de Matupá (a 720 km ao Norte de Cuiabá).

  

O ex-governador diz que a verdade está vindo à tona a respeito de supostos crimes cometidos pelo tucano que o sucedeu no comando do Palácio Paiaguás. Em delação premiada, o empresário Alan Malouf afirmou que a campanha de Taques ao Governo em 2014 foi abastecida com caixa 2.

 

“São paladinos da moralidade. Pessoas que estão travestidas, como ele [Pedro Taques] estava, e dizendo que era o pai da moralidade”, disse o ex-governador.

 

Silval lembrou que, em acordo de delação com a Procuradoria Geral da República (PGR), homologado em agosto de 2017, revelou que chegou a levantar R$ 100 mil com o frigorífico JBS para a campanha ao Senado de Taques (2010).

 

“Eu falei na minha delação: Eu fiz acordo com Pedro Taques. Eu arrumei via JBS, dinheiro para a campanha dele. Está no meu acordo. Agora está se comprovando tudo de errado que ele fez, e que vai aparecer ainda mais. Mas isso é bom para Mato Grosso, vai passando a limpo”, afirmou.

 

Silval esteve nesta terça-feira (16) em uma audiência de conciliação, na 2ª Vara Especializada de Direito Agrário, no Fórum de Cuiabá. 

 

O ex-governador tenta realizar um acordo com integrantes de um movimento de sem-terra que invadiram uma fazenda em dezembro passado. A propriedade rural foi entregue à Justiça após acordo para que ele deixasse a prisão.

 

Selma Arruda

 

A respeito da senadora, o ex-governador aconselhou a ex-magistrada a confessar os crimes dos quais é acusada. 

 

Selma teve o mandato cassado, por unanimidade pelo TRE, em sessão do dia 10 de abril, por abuso de poder econômico e caixa 2 na campanha eleitoral de 2018.

 

“Eu não meço ela com minha régua. Ela se julga tão conhecedora da lei e pratica os crimes que - pelos menos é o que mostra na imprensa - são muito graves”. 

 

“Agora eu, cometi alguns crimes e estou colaborando com a justiça. Ela deveria fazer o mesmo: confessar que errou, que fez caixa dois, que fez uma campanha extemporânea com recursos que só ela sabe explicar”. 

 

Silval lembra que, quando os crimes dos quais é acusado vieram à tona, ele se recusou a confessar. No entanto, lembra novamente da colaboração premiada que realizou.  

 

“Procurei no início me defender, mesmo estando errado. Agora, quando eu vi que eu estava errado, e que eu queria colaborar com a Justiça, para que a Justiça fosse célere, eu colaborei. É o que ela deveria estar fazendo. Não arrumar todos os mecanismos para protelar o processo. É assim que quem conhece a lei deve fazer”, finalizou.

 

O outro lado

 

Por meio da assessoria, a senadora Selma Arruda afirmou que não vai comentar as declarações, para "não descer em um nível tão baixo". 

 

Ouça o áudio abaixo:

 




Clique aqui e faça seu comentário


COMENTÁRIOS
3 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Lucas  17.04.19 08h31
Que moral esse cara tem pra falar alguma coisa.
19
24
Madson  17.04.19 08h30
Quem é esse Silval para falar em confessar? Um absurdo a população como tem memória fraca!!!!! E essas pessoas que destruíram mato grosso ainda continua livre, RICOS e com poderes
17
20
Graci Ourives  17.04.19 08h23
Quantas pessoas Sr Silval Barbosa deixou à deriva? Fila SUS? Será que ele ajudou a sociedade ?
19
15