Cuiabá, Quarta-Feira, 22 de Maio de 2019
“PRIVILEGIADO”
20.04.2019 | 16h00 Tamanho do texto A- A+

Ex-senador: Botelho é bom candidato a prefeito de Cuiabá ou VG

Presidente da AL disse que aproveitará licença para fazer reflexões sobre seu futuro político

Alair Ribeiro/MidiaNews

O presidente da AL, Eduardo Botelho, e Julio Campos: correligionários

CAMILA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

O ex-senador Júlio Campos (DEM) afirmou que seu colega de sigla, o presidente da Assembleia Legislativa Eduardo Botelho, tem totais condições de encarar uma disputa a prefeito nas eleições do próximo ano, tanto em Várzea Grande como em Cuiabá.

 

O nome do democrata vem ganhando força nos bastidores e ele já admite que avalia a possibilidade de se candidatar em 2020.

 

“O Botelho é um bom candidato em qualquer lugar. Hoje ele está numa posição que é bem visto em qualquer uma das duas cidades, seja Cuiabá ou Várzea Grande. É até um privilégio isso”, disse Júlio Campos.

 

“Trata-se de uma pessoa bem cotada para ser prefeito de duas ‘cidades irmãs’. Embora, o político cuiabano e várzea-grandense seja um só. Eu, por exemplo, faço política em Cuiabá e Várzea Grande”, comparou o ex-senador.

 

O Botelho é um bom candidato em qualquer lugar. Hoje ele está numa posição que é bem visto em qualquer uma das duas cidades, seja Cuiabá ou Várzea Grande. É até um privilégio isso

Nesta semana, Botelho se afastou, a pedido, da Assembleia Legislativa por um prazo de 120 dias.

 

Ele afirmou, inclusive, que aproveitará esse período para fazer algumas reflexões sobre seu futuro político.

 

Botelho reiterou se sentir preparado para concorrer ao Palácio Alencastro ou ao Paço Couto Magalhães, mas ponderou que é preciso saber se, mais à frente, ele terá condições eleitorais para encarar as urnas.

 

“Como pessoa, me sinto preparado tanto pra ser prefeito de Cuiabá como de Várzea Grande. Agora, condições eleitorais para eu ser candidato, aí não sei se vamos adquirir. Isso vai depender do partido, da formação dos grupos, uma série de circunstâncias que não sou só eu que construo”, disse.

 

Na possibilidade de concorrer na Capital, Botelho é apontado com um dos únicos nomes que agregaria o apoio do governador Mauro Mendes (DEM) e do atual prefeito, Emanuel Pinheiro (MDB) – caso ele não vá à reeleição.

 

Leia mais sobre o assunto:

Botelho diz que aproveitará afastamento para pensar em eleição

 




Clique aqui e faça seu comentário


COMENTÁRIOS
2 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

maria  22.04.19 12h27
Cuiabá, merece gente nova na Prefeitura pessoas realmente interessada na cidade. Que faca uma boa gestão...
0
0
Luiz Alencar  21.04.19 19h33
Será que em 2020 poderemos votar no Botelho para Prefeito e no Julio Campos para Senador ? Se isso ocorrer quem ganha é Mato Grosso e o Brasil.
1
5