Cuiabá, Domingo, 19 de Maio de 2019
REDUÇÃO DE V.I.
16.05.2019 | 15h02 Tamanho do texto A- A+

Janaina vê demagogia; Ulysses rebate: “De Riva quero distância”

Cada parlamentar tem direito a R$ 65 mil de verba para cobrir despesas do exercício da função

Alair Ribeiro/MidiaNews

Os deputados Janaina Riva e Ulysses Moraes, que divergem sobre redução de V.I.

CAMILA RIBEIRO
DA REDAÇÃO

A discussão em torno do projeto para reduzir em 50% a Verba Indenizatória paga aos deputados estaduais gerou um clima de tensão e troca de farpas entre a presidente em exercício da Assembleia Legislativa, Janaina Riva (MDB), e o deputado Ulysses Moraes (DC). Atualmente, cada deputado tem direito a R$ 65 mil de verba para cobrir despesas do exercício da função.

 

A emedebista classificou como “demagogo” o deputado, que é o autor da proposta. Ele, por sua vez, disse que as críticas feitas pela presidente lhe soam como elogio e são uma demonstração de que ele está no “caminho correto” (Leia mais abaixo)   

 

Durante evento na manhã desta quinta-feira (16), Janaina afirmou de antemão que o projeto proposto pelo colega é inconstitucional, já que, segundo ela, cabe tão somente à Mesa Diretora da Assembleia apresentar uma proposta desta natureza.

 

E, em minha opinião, tem deputado que recebe R$ 3 mil, R$ 4mil, R$ 10 mil e que não vale nem R$ 1 mil porque não produz pra isso

“Imagina se qualquer deputado puder alterar como funciona a Assembleia Legislativa, a bagunça que aquilo ali vai virar. É pra isso que se tem uma eleição de presidente”, disse.

 

Ainda segundo ela, não cabe a nenhum parlamentar dizer como o colega deve trabalhar e o quanto ele deve gastar para realizar suas atividades.

 

“Cada deputado tem que ter autonomia para decidir quanto vai receber.  Hoje os deputados podem decidir por receber de zero até R$ 65 mil. E, em minha opinião, tem deputado que recebe R$ 3 mil, R$ 4mil, R$ 10 mil e que não vale nem R$ 1 mil porque não produz pra isso”, alfinetou.

 

“Ficar criando lei pra reduzir V.I. pela metade é demagogia. O regimento hoje já diz que se o deputado optar por receber nada, assim ele pode fazê-lo. Isso [projeto] é ficar jogando pra plateia”, disse.

 

Ainda que sem citar nomes, a presidente sugeriu que Ulysses – ao tempo em que propõe a redução da V.I. – se utiliza de aviões de empresários para rodar o Estado.

 

Ela disse ainda que o benefício concedido aos parlamentares é uma forma de eles terem atuação independente, sem depender de ajudas de pessoas ou setores da sociedade. 

 

“Temos que permitir, por exemplo, que deputados como Valdir Barranco (PT) sejam independentes. Diferentes de outros que não querem usar V.I., mas ficam usando avião de empresário para voar pra cima e pra baixo, para ficar defendendo pauta única. É pra isso que existe V.I., para o deputado ter independência em seu trabalho e agir da forma como ele bem quiser”, disse.

 

“Aliás, tem deputado que acho que não vale nem R$ 1 mil de V.I.. Então ele podia optar por não receber nada que ele contribuiria muito mais ao Estado, uma vez que já ganha R$ 18 mil de salário, já tem R$ 78 mil de cargos e ainda usa carro da Assembleia, solicita avião da Assembleia e vem na imprensa e tem coragem de falar que estrutura de parlamentar é muito”, disparou Janaina.

 

Ser criticado por Janaina Riva, significa que estou no caminho certo. Deste sobrenome, quero distância. Estou lutando e enfrentando privilégios e mordomias oferecidos pela Assembleia

“Do sobrenome Riva quero distância”

 

Em uma nota encaminha à imprensa, o deputado Ulysses Moraes afirmou querer distância do sobrenome carregado por Janaina.

 

“Ser criticado por Janaina Riva significa que estou no caminho certo. Deste sobrenome, quero distância. Estou lutando e enfrentando privilégios e mordomias oferecidos pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso aos parlamentares e tenho muito orgulho disso”, afirmou.

 

Ainda segundo ele, a colega é quem faz demagogia, já que defende redução de gastos no poder público, mas se mostra favorável aos “privilégios” existentes na Assembleia Legislativa.

 

“Janaina Riva fala que defende os servidores e o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA), mas como presidente interina da ALMT, não abre mão dos diversos benefícios que possui, deixando claro quem é que joga para a plateia”, disse.

 

“Se a Janaina Riva é contra, que deixe o projeto ser votado em plenário. Os deputados que são contra o projeto, que mostrem a cara para a população, argumentem e não fiquem tentando desvirtuar a proposta, através da mídia. Venham para o plenário e se manifestem”, concluiu o deputado.




Clique aqui e faça seu comentário


COMENTÁRIOS
11 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:
Marque "Não sou um robô:"
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do MidiaNews. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.

FECHAR

Mário Márcio da Costa e silva  17.05.19 19h41
É isso aí deputado,você está sendo uma grata surpresa.Parabens.
4
0
Claudio Vieira  17.05.19 17h09
Demagogia ou não, este valor de até R$ 65 mil reais é ridículo, reduzindo 50% ainda ficará alto. Pelo Amor de Deus Deputados façam o que vocês tem que fazer trabalhem para o povo.
37
0
EDEVALDO SILVA DE MORAES  17.05.19 08h27
É preciso que nossos Agentes Públicos intendam o momento de crise e que o exemplo parta de cima para baixo, precisamos reduzir VI, Duodécimo entre outras, para que possamos ter Saúde, educação e segurança de qualidade, pois o estado vem dia a dia proporcionando um serviço precário a sociedade e os poderes constituídos não vem colaborando, pois não querem abrir mão do elevado duodécimo isso é um absurdo!!!!!
90
1
Ronaldo  17.05.19 06h45
Tem deputado que reclama de prestação de conta ainda. Melhor acabar com essa farra aí ficaria melhor. Acredito que na empresa desses nobres deputados a contabilidade é minunciosa até por centavos. Se o ploblema é essa tal V.I. melhor acabar aí acaba o problemas de todos. Destina essa mesma quantia para os hospitais que a população agradece. Ou melhor doa esse 65mil integral pra os hospitais que já tá feito a prestação de contas com o povo que tanto precisa
78
0
Junior  16.05.19 19h21
Os dois davam um belo casal!!!
60
52